Reciclagem

Janeiro 27 2012

No balanço final de 2011, a Sociedade Ponto Verde (SPV) atingiu uma taxa de reciclagem de 64 por cento, superando a meta da sua licença (55 por cento). A recolha de embalagens de vidro foi o calcanhar de Aquiles da entidade, já que é o único fluxo cujos resultados estão aquém das metas legais.

Ao todo, foram encaminhadas para reciclagem, em 2011, mais de 711 mil toneladas de resíduos de embalagens, num aumento de seis por cento em relação a 2010. Em termos absolutos, o papel/cartão foi o material mais reciclado pelos portugueses (cerca de 321 toneladas), fazendo com que a recolha esteja 25 por cento acima das metas mínimas legais.

No caso do vidro, apesar de ser o segundo material mais retomado, os resultados ficaram-se pelos 52,9 por cento (quando a meta legal está nos 60 por cento). Em 2011, foram recicladas 217 mil toneladas de vidro, numa subida de 13 por cento em relação ao ano anterior.

«Os resultados obtidos são a prova de que continuamos a contar com o compromisso de cada um dos portugueses, das autarquias e dos SMAUT [sistemas municipais] para, em conjunto, darmos um destino adequado aos resíduos de embalagens que são gerados, apesar do ano difícil que o País atravessou em 2011», afirma Luís Veiga Martins, diretor-geral da SPV.

Para o futuro, a SPV propôs um objectivo de 70 por cento para materiais provenientes do fluxo urbano. A proposta está incluída no Caderno de Encargos entregue em Julho de 2011 à Agência Portuguesa do Ambiente (APA). A APA ainda não tomou uma decisão formal sobre a atribuição de nova licença do Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Embalagens (SIGRE) à SPV.

fonte:http://www.ambienteonline.pt/s

publicado por adm às 23:40

Outubro 07 2011

Até ao próximo dia 31 de Outubro aSociedade Ponto Verde vai receber, para avaliação, projectos de Investigação & Desenvolvimento que tenham como objectivo encontrar novas soluções ligadas às embalagens e à valorização e reciclagem dos resíduos a que dão origem. Os projectos a aprovar serão apoiados financeiramente pela Sociedade Ponto Verde.

«Ao longo dos seus 15 anos de actividade, a Sociedade Ponto Verde já investiu através do financiamento de projectos, cerca de 2 milhões de euros em Investigação e Desenvolvimento. Ao financiar estes projectos, a SPV pretende contribuir para o futuro do País, já que estas iniciativas poderão ser o ponto de partida para futuras soluções sustentáveis», afirma Luís Veiga Martins, Director-geral da Sociedade Ponto Verde.

Os projectos financiados têm-se destinado a melhorar as capacidades de recolha, tratamento, reciclagem e valorização dos resíduos de embalagens, mas também a promover a prevenção com o objectivo de reduzir a produção de resíduos.

De acordo com o regulamento, que pode ser consultado em www.pontoverde.pt, (menu Sociedade Ponto Verde/Investigação e Desenvolvimento) o financiamento dos projectos poderá atingir no máximo um período de três anos.

A apresentação de candidaturas será feita mediante a entrega do formulário de candidatura e do respectivo anexo técnico, contendo as especificações relativas ao projecto que é submetido a apreciação pelo júri.

Sociedade Ponto Verde convidou personalidades de relevante mérito na área do ambiente e resíduos, para constituir uma Comissão Consultiva de I&D, cujas funções incluem a definição de eixos de actuação e áreas prioritárias para os projectos de I&D, de acordo com a evolução do sector e estado de arte, e a nomeação de painéis para avaliação dos projectos de I&D propostos a financiamento.

 

Fonte: SPV


publicado por adm às 22:09

Setembro 28 2011

A Sociedade Ponto Verde (SPV) vai colocar 250 mil gargantilhas em garrafas de azeite Oliveira da Serra, com o objectivo de sensibilizar a população para a sua deposição no ecoponto verde e assim ajudar a construir salas de estudo para crianças e famílias carenciadas.

A campanha chama-se “Ajude com o seu gesto. Coloque sempre as garrafas no ecoponto verde” e resulta da uma parceria entre a SPV e a Oliveira da Serra para aumentar a reciclagem do vidro.

“2011 é o ano de cumprimento de metas de valorização e reciclagem para Portugal e para a Sociedade Ponto Verde e pretendemos com esta acção sensibilizar o consumidor para a separação do material vidro. O nosso objectivo é lembrar a população que deve colocar no ecoponto verde todas as garrafas, frascos e boiões e assim contribuir para o alcançar as metas”, afirmou Luís Veiga Martins, director-geral da Sociedade Ponto Verde.

Já a Oliveira da Serra associou-se à SPV porque acredita que “apenas com o contributo de todos é possível alcançar os objectivos que são comuns. As marcas devem ser sustentáveis, tanto na forma como desenvolvem o seu negócio como também pela sensibilização das populações», referiu Isabel Roseiro, Strategic Marketing Manager de Oliveira da Serra.

A campanha, que prevê a colocação de 250 mil gargantilhas nas garrafas de azeite Oliveira da Serra distribuídas nos supermercados de Norte a Sul do País, tem início em Setembro e irá prolongar-se até final do ano.

Ao abrigo da legislação actualmente em vigor, Portugal tem o compromisso de até 2011 reciclar, no mínimo, 55% dos materiais de embalagem que são colocados no mercado nacional.

«Estamos empenhados em cumprir as metas, pelo que temos vindo a realizar diversas acções nesse sentido. A campanha ‘Reciclar é Dar e Receber’ é disso exemplo. Este ano, por cada tonelada de vidro enviado para reciclagem, a SPV irá doar 1€ para a construção de salas de estudo em Instituições Privadas de Solidariedade Social (IPSS). O nosso objectivo é chegar às 20 salas de estudo, o que irá permitir apoiar cerca de 600 crianças», concluiu Luís Veiga Martins.

fonte:http://www.greensavers.pt/

publicado por adm às 22:21

Agosto 19 2011

A Sociedade Ponto Verde anunciou hoje o lançamento de um concurso de fotografia, uma iniciativa que decorre entre 29 de Agosto e 10 de Outubro e que pretende recolher o olhar da população portuguesa em relação à reciclagem dos resíduos de embalagem.

O concurso, que comemorará os 15 anos da Sociedade Ponto Verde, está aberto à participação de fotógrafos amadores e profissionais, sendo que cada um terá a sua categoria específica.

Cada participante deverá candidatar entre uma a cinco fotografias originais da sua autoria, através do sitewww.objectiva2011.com, disponível a partir de dia 29 de Agosto.

“O sucesso da reciclagem de resíduos de embalagem em Portugal, comprovada pela evolução anual da retoma das quantidades, só tem sido possível graças ao esforço realizado pela população portuguesa. O concurso é uma forma de envolver ainda mais os portugueses na reciclagem dando-lhes a possibilidade de dar a conhecer os seus pontos de vista sobre esta área tão importante para a sustentabilidade do País”, salientou Luís Veiga Martins, director-geral da Sociedade Ponto Verde, a entidade responsável por organizar e gerir a retoma e valorização dos resíduos de embalagem em Portugal.

As fotografias representativas do universo da reciclagem de embalagens, nomeadamente dos materiais vidro, plástico, metal, papel/cartão e/ou madeira, serão avaliadas de acordo com a originalidade, impacto da imagem e qualidade fotográfica.

Os trabalhos serão apreciados por um júri constituído pela Sociedade Ponto Verde, Augusto Brázio (Kameraphoto) e pelo Instituto Português de Fotografia. Os prémios variam entre os 250 e os 2500 euros em vales FNAC, além da possibilidade de exposição dos trabalhos nas lojas da marca.

fonte:http://www.greensavers.pt/

publicado por adm às 23:05

Setembro 22 2010

A Sociedade Ponto Verde (SPV) está a promover uma campanha de incentivo à reciclagem com o nome “Apanhados no Ecoponto” e que vai premiar os estabelecimentos pertencentes ao universo VERDORECA, o subsistema da SPV que promove o encaminhamento e reciclagem das embalagens dos estabelecimentos de hotelaria e restauração, conhecidos como canal Horeca.

No âmbito desta campanha e durante os próximos três meses, uma equipa vai andar de Norte a Sul do País a “apanhar” desprevenidos os donos e funcionários dos cafés/restaurantes a depositarem as embalagens usadas de vidro no ecoponto. A pessoa encontrada a depositar correctamente os resíduos de embalagens de vidro recebe de imediato uma máquina fotográfica digital e mangas refrigeradoras para garrafas para o seu estabelecimento. Todos os estabelecimentos podem habilitar-se a um dos 20 LCD’s, que serão atribuídos como prémio final às mais originais frases sobre a importância da separação e reciclagem que entrem no site da campanha.

Até 2011, a SPV deverá reciclar um mínimo de 60 por cento da totalidade de embalagens de vidro que lhe são declaradas, no entanto, «no final de 2009, esta percentagem estava abaixo dos 50 por cento, um número que mostra a necessidade de aumentar a reciclagem de vidro em Portugal. Com a iniciativa “Apanhados no Ecoponto” pretende-se contribuir para o aumento das retomas dos resíduos de embalagens de vidro e mostrar que todos temos a ganhar com a reciclagem deste material», afirma Luís Veiga Martins, Director-Geral da SPV.

fonte:ambienteonline

publicado por adm às 22:25

Tudo sobre a Reciclagem
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links