Reciclagem

Maio 12 2011

A ANREEE (Associação Nacional para o Registo de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos) registou a colocação no mercado, durante o ano de 2010, de um total de 77.552.249 unidades de EEE (equipamentos eléctricos e electrónicos), um aumento de 6,10% face às novas unidades registadas no ano anterior.

Segundo a associação, e ainda relativamente a 2010, os dados consolidados apresentados pelas duas entidades gestoras a actuarem no sector – AMB3E e ERP Portugal – apontam para uma recolha, em média, de 4,6 kgs de resíduos por habitante. Ou seja, Portugal superou as metas de recolha de reciclagem de EEE, que é de 4 kgs por habitante.

“Em relação ao tratamento adequado a garantir após a recolha dos REEE” – explica a associação em comunicado – “Portugal regista também indicadores muito positivos relativamente aos objectivos legais apontados para as taxas de valorização, de reutilização e de reciclagem. Em todas as categorias de produtos, as metas de valorização, de reutilização e de reciclagem são claramente ultrapassadas, com destaque para a reutilização e reciclagem dos equipamentos de iluminação que registam uma taxa de reciclagem de 96,92%.”

Ainda de acordo com a ANREEE, e tal como em 2009, os equipamentos de informática e telecomunicações – computadores, telefones – foram o tipo de EEE mais registados em 2010, correspondendo a mais de 31% do total de registos efectuados, seguidos dos equipamentos de iluminação. Ainda assim, o grande crescimento em relação a 2009 deu-se nos brinquedos e equipamentos de desporto e lazer, que aumentaram 52,54% as unidades registadas, para os 6.471.870 novas unidades registadas.

A categoria de EEE que sofreu um maior decréscimo em 2010 é a referente aos equipamentos de consumo, como os aparelhos de TV, aparelhos de rádio, câmaras e os gravadores de vídeo e instrumentos musicais.

fonte:http://www.greensavers.pt/

publicado por adm às 22:29

Tudo sobre a Reciclagem
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
links