Reciclagem

Março 28 2012

Cerca de 40% do lixo municipal da União Europeia (UE) foi depositado em aterros durante o ano de 2010. Um valor abaixo do praticado em Portugal, com 62% dos resíduos sólidos urbanos a serem tratados por este método, segundo um relatório do Eurostat divulgado ontem.

Cada cidadão europeu produziu, em média, 502 quilos de detritos, tendo sido tratados 486 quilos por pessoa. O português gerou um pouco mais - 514 quilos -, mas a tabela é dominada pelo Chipre com 760 quilos.

Em Portugal, apenas 12% foram reciclados (metade da média europeia de 25%), 19% incinerados (quase em linha com o valor comunitário de 22%) e 7 % reaproveitados por compostagem (contra os 15% praticados no conjunto dos 27).

Alemanha lidera reciclagem, Bulgária só quer aterros

 

Os métodos de tratamento diferem substancialmente entre os 27 Estados-membros.

Os países com uma maior taxa de reciclagem são a Alemanha (45%), Bélgica (40%), Eslovénia (39%), Suécia (36%), Irlanda (35%) e Holanda (33%). 

A incineração é o destino mais procurado pela Dinamarca (54%), Suécia (49%), Holanda (39%), Alemanha (38%), Bélgica (37%), Luxemburgo (35%) e França (34%). 

Já a Bulgária é a campeã dos aterros, com 100% do lixo destinado a este processo. Segue-se a Roménia (99%), Lituânia (94%), Letónia (91%), Malta (86%), Grécia (82%), Eslováquia (81%) e Chipre (80%).

O sistema por compostagem (técnica aplicada para controlar a decomposição de matérias orgânicas) regista maior percentagem na Áustria (40%), Holanda (28%), Bélgica (22%), Luxemburgo (20%), Dinamarca (19% e Espanha (18%).

A reciclagem e compostagem em conjunto representaram mais de 50% dos resíduos tratados ou mais na Áustria (70%), Bélgica e Alemanha (ambos 62%), Holanda (61%) e Suécia (50%).


fonte:http://expresso.sapo.pt/p

publicado por adm às 23:54

Março 18 2012

Em 2011 a ALGAR, empresa responsável pela recolha e tratamento dos resíduos sólidos urbanos dos 16 municípios algarvios, atingiu 24.983 t de resíduos provenientes de recolha seletiva, o que dá uma capitação de 56,9 kg por habitante e por ano.

Os dados publicados pela Sociedade Ponto Verde (SPV) indicam que a ALGAR continua a ser uma referência em termos nacionais recolha seletiva de resíduos, refere a empresa algarvia.

Por tipo de resíduos, de Janeiro a Dezembro de 2011 a ALGAR encaminhou para reciclagem cerca de 22,3 kg de papel/ cartão por habitante, enquanto a reciclagem de vidro atingiu 28,9 kg por habitante e a de plástico 4,73 kg/habitante, e, por sua vez, os metais atingiram 0,94 kg por habitante.

Em termos gerais, apesar da quebra que se verificou no consumo e que se refletiu na recolha de resíduos indiferenciados em 2011 foram recicladas 9.393 toneladas de papel/cartão, 2.231 toneladas de plásticos e 399 toneladas de metais. Foram ainda encaminhadas para reciclagem cerca de 12.191 toneladas de vidro e 770 de madeira.

As quantidades de materiais recicláveis retomadas pela ALGAR entre janeiro e dezembro de 2011 foram superiores às verificadas no período homólogo de 2010, com a exceção da madeira.

A ALGAR atribui os resultados alcançados à “participação ativa, empenhada e consciente da população”, pelo que continuará a apostar numa proximidade crescente com os algarvios, através de campanhas de educação ambiental, para uma melhoria dos serviços.

fonte:http://www.observatoriodoalgarve.com

publicado por adm às 23:24

Tudo sobre a Reciclagem
pesquisar
 
Pesquisa personalizada
subscrever feeds
links